Dança
Foto: Grupo Dissídio Coletivo
Marcelo dos Santos Lages

NOME

1973-05-14

DATA DE NASCIMENTO




Marcelo dos Santos Lages nasceu no dia 14 de maio de 1973, na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. É descendente de açorianos, oriundos da ilha de S. Jorge, Açores.

A vontade de ser bailarino começou quando ainda era militar oficial do exército brasileiro. Iniciou os estudos em dança em Pelotas, com a mestra Dicléa Ferreira de Souza. Em 2001, decidiu largar a farda e mudar-se para o Rio de Janeiro, dedicando-se exclusivamente à dança. No Rio de Janeiro, aprimorou a sua técnica na Escola Estadual de Dança Maria Olenewa e na Escola de Ballet Eugênia Feodorova.

Faz parte do corpo de bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e já contracenou com Ana Botafogo e Cecilia Kerche, ícones do ballet clássico.

Participou em grandes montagens como “O Quebra Nozes”, com os remontadores oficiais do Ballet Bolshoi; “O Lago do Cisne”, versão da bailarina russa Natalia Makarova; “A Bela Adormecida”, do Ballet “Copélia”; “Romeu e Julieta”, de Prokofiev, montagem do russo Vladimir Vasilieu; “Gisele”; “Dom Quixote”, entre outros espetáculos.

Em 2004 ingressou no Grupo Dissídio Coletivo (DC), participando na tournée por países como Alemanha, Áustria e Suíça, com o espetáculo “Cores Brasileiras”. Em 2006, dirigiu a Companhia Thalmah de Dança, formada por integrantes de outras companhias do Rio de Janeiro. Participou também na tournée brasileira “Terra Brasilis”, espetáculo que lhe rendeu uma temporada em Itália, em 2005.

Atuou como solista nas companhias de Jaime Arôxa Cia. de Dança, Ballet de Pelotas, Centro Coreográfico do Teatro Sete de Abril, Eron Nobre Cia. de Dança e Regina Sauer Cia. de Dança. Foi amplamente premiado em festivais como o Festival de Dança de Joinville, o Porto Alegre em Dança, o Festival Tapias RJ, o Festival de Dança de Montevideo, ou Dance Festival Munchen. Em 2007, foi convidado pelo Governo dos Açores para participar no espetáculo “Dança dos Sentidos”, que reuniu profissionais de Portugal, Brasil, Canadá e EUA.

No ano seguinte, esteve novamente na Região Autónoma dos Açores , a convite do Governo dos Açores, para atuar no espetáculo “Sinfonia Dançada para um Vulcão”, em memória aos 50 anos da erupção do vulcão dos Capelinhos. Em 2009, realizou a temporada com o espetáculo “Fluxos”, apresentando-se em teatros das cidades de Nova Iorque e New Jersey, como bailarino convidado no Brazilian Indian Conection daquele ano.

Em 2010, voltou ao Açores para estrear o espetáculo “Danças & Voltas com Sentido & Memória no Açores”. De regresso ao Rio de Janeiro, montou o espetáculo “1 em 4”, em parceria com a primeira bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Ana Botafogo.

Atua no Carnaval carioca desde 2008, sendo premiado pelo trabalho de coreografia de comissão de frente. É integrante da comissão de frente da Unidos da Tijuca, escola de samba campeã do Carnaval 2012 do Rio de Janeiro. Em breve subirá aos palcos, novamente, para atuar no espetáculo “Lado B”, com estreia prevista para o segundo semestre de 2012.


BIOGRAFIA

Brasil

PAÍS

Rio Grande do Sul

ESTADO / PROVÍNCIA